domingo, 29 de junho de 2008

Sintaxe à vontade...

A seguir, um post feito por mim e Cinthia Pascueto que foi postado no nosso blog das QueenS Ilhabela. ^^

"Literalmente mágico. Não existe outra forma de definir a apresentação da banda/trupe Teatro Mágico, formada por artistas que resgatam sutilezas belas e pueris da atmosfera circense e da música, poesia, cores e tantas outras manifestações artísticas. Realizada numa sexta-feira, no dia 23 de maio,no boêmio bairro da Lapa,aqui no Rio de Janeiro,a magia dessas pessoas raras, como Fernando Anitelli, idealizador do projeto, poeta e músico, chama todo o público, foi compartilhada na casa de shows mais apropriada para tal: O Circo Voador, que carrega no nome uma das características mais marcantes da trupe.
- O Teatro Mágico é a idéia de um sarau amplificado onde tudo pode acontecer, realizado como desculpa para reunir pessoas raras –, define Anitelli. Quem assiste a uma única apresentação, entende exatamente o significado dessas palavras. A mensagem do grupo para seu público é de democratização da arte, o que os leva a realizar um trabalho independente e cada vez mais acessível, realizando em todo o Brasil uma amostra do quanto essa trupe vinda do mundo mágico de Oz...Osasco, em São Paulo, tem contribuído para um novo olhar sobre as manifestações artísticas em nosso país. O CD - que já tem preço de fácil acesso - é constantemente incentivado por seu idealizador a se multiplicar em cópias caseiras, para o amigo, para o vizinho e quem quiser. O importante é que todos tenham acesso e cantem juntos suas poesias.
As canções do Teatro – a maior parte da autoria de Fernando Anitelli - falam de situações cotidianas, de impressões do dia-a-dia, do olhar da gente sobre o outro e sobre o mundo. Fala sobre nós, o individual e o coletivo. De acordo com a definição do próprio grupo, há no palco uma fusão harmoniosa do que é popular e erudito com o uso do violão, guitarra, baixo e bateria somados ao violino, aos instrumentos de sopro e percussão. Tudo isso sem contar os espetáculos circenses, que são um show de surpresas e emoções, com malabarismos, travessuras de uma boneca num pano colorido, amarrado no teto do picadeiro, palhaçadas e o atrevimento dos trapezistas.

O mais surpreendente, sabendo-se que a divulgação do Teatro Mágico se dá apenas via internet e nas conversas de amigos, é observar o público alegre e emocionado, cantando todas as músicas em perfeita sintonia, com rostos maquiados, fitas e chapéus coloridos na cabeça, narizes de palhaço, da mesma maneira que músicos e atores caracterizam-se no palco. Há o que diz a poesia, estampada em diversas camisetas que ali ganhavam vida: “Os opostos se distraem, os dispostos se atraem”."
:)
=*




Um comentário:

Cinthia disse...

"Camarada, de onde vem essa febre?"

Momento vício isso.

Pode falar, a gente arrasou, srta Werhahn!

Beeijo!