quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Tristeza não tem fim, Felicidade sim.

Já dizia Vinicius:
“Tristeza não tem fim, Felicidade sim”.
A tristeza quando vem parece uma doença. Chegamos até a pensar que ela não cessará, mas temos a certeza que terá um começo e um fim. Tal qual a doença, a tristeza, quando acaba, cria em nós “Antitristezas”. Ela nos deixa um manual de como sair dela, de como se livrar dela. Mas como a doença, ela sempre volta, ela sempre inquietará nossos corações. Aí vem a felicidade, o santo remédio...
No entanto, remédios possuem validade, né? Queria eu que fossem infindáveis.

E eu achando que, após tanto "levar na cara" e "bater a cabeça" nessa espécie de Street Fighter que é a vida, finalmente tinha encontrado e conhecido a verdadeira felicidade...mas pelo visto, talvez eu esteja levando mais um hadouken.

5 comentários:

Kate Polladsky disse...

Oi Mila!
Que bom que curte o blog, brigadão pelo comentário! Sempre que posso estou por aqui vendo seus textos, adoro!

Tentarei te ajudar com o lance de seguir blog.
Lá nas opções de edição do blog, em LAYOUT vc encontra a ferramenta "Adicionar um Gadget", clicando lá vc encontra várias funções que pode adicionar ao seu blog, e uma delas (a primeira que aparece eu acho) é a função SEGUIDORES. Então é só clicar p/ adicionar. =) Assim quem tiver essa função tbm já pode seguir outro blog direto, facilita muito.
Espero ter ajudado, mas se ainda tiver dúvida pooode gritar que eu vejo como te ajudar. ok ok? haha

beijos!

Kate Polladsky disse...

Aêe deu certo sim! Great!

Bjos!

Marcelle* disse...

MilaMione!
Te dei um selinho!
Vê lá no meu blog!

Beijos, menina! ;*

... disse...

Eu acho que a felicidade é quase tão comum quanto a tristeza. A diferença é que é bem mais fácil perceber a tristeza. Mas a felicidade também está aí, escondida entre pequenos momentos. Espero que você a encontre! =]
bjos

Suéllem Nascimento disse...

parabéns, o blog tah show!! passarei sempre que puder ... se quiser "me fuçar" fique à vontade ...